PÁGINAS INDEPENDENTES

28 de jun de 2017

BC RAIO-X # 33 - BLOGOSFERA

                         
Pela primeira vez, participo desta BC... Não sei se ainda é tempo, mas vamos lá.                          

           
       Dentro da transparência que a BC propõe, vamos ao questionário:

1 -  O que mais te agrada na blogosfera?
R -  A facilidade especial na minha integração pessoal, informações obtidas em blogs temáticos que inserem observações em meio a narração de fatos cotidianos, blogs que nos fornecem críticas de arte, blogs que nos mostram imagens e hábitos culturais de outras terras. E, podemos opinar, questionar sobre qualquer coisa. Em resumo, ninguém nos tira da área, sem um bom motivo.

2 -   Qual a parte mais chata da blogosfera?
R -   Nunca deparei com algo tão "chato", que me fizesse querer parar...

3 -   Já participou de algum encontro de blogueiros (as)?
R -   Tenho tido contatos pessoais (materiais) com a Silvana e a família dela, o que tem me proporcionado ótimos momentos. A Sil mora em Curitiba, assim como eu, o que possibilita tal interação material.

4 -   Indique Três (3) blogs que você admira?
R -   Gosto do "Fractais da Calu" pois, logo que comecei a ser 'blogueira', estive pesquisando a blogosfera e encontrei ali uma postagem que me convenceu a cuidar do 'meu leão', em vez de tentar matá-lo diariamente. Continuo tendo problemas, mas não tenho mais um leão feroz.
Gosto do blog "Respeite e Proteja os Animais", da Magda, com quem faço coro... ou seria dueto?
Estou gostando muito do "De Olho nos Detalhes", do Sérgio, que tece críticas detalhadas sobre programas (cenários, guarda roupas, caracterização, desempenho de atores e apresentadores)  exibidos na TV.
Gosto de outros blogs, mas só posso citar três...

5 -    Deixe uma dica para um blogueiro iniciante.
R -    Não caia na tentação de fazer um blog lindo cheio de 'frufru' e com música de fundo - ficam muito pesados tecnicamente.
Outra coisa que afasta os comentários são as tais captcha, que chateiam e, no caso, são inócuas.
Se você analisar os comentários antes de liberar a publicação, vai evitar comentários desagradáveis.

Visite TONINHO e/ou SILVANA, que organizam, em parceria, esta BC.

23 de jun de 2017

DIÁRIO DE VIAGEM DO "VERDINHO".


Gente, o VERDINHO esteve aqui e eu enviei  pra SONIA TOLFO (mattiva). A SILVANA (meus devaneios escritos) veio trazê-lo pessoalmente e passamos um tempo bastante agradável, juntas.

E, COM A PALAVRA, O VERDINHO:
“-Fiquei meio assustado, pois a JAN é diferente dos outros humanos que visitei...
Não saímos da casa dela e não fomos passear. Contudo, estou certo de que viverei dias interessantes por aqui.
Ah! Essa coisa escura aí no colo dela é o DOG, um cachorrinho preto que ama a JAN. Nessa mesma oportunidade, conheci a LUNA e a BARONESA. Fiquei com um pouco de medo da bocona delas.
 Sou tão frágil!

Logo vi meu priminho, o PENINHA.  Estava empoleirado na sua janelinha, conversando com amigos... voei até lá para cumprimentá-lo, mas logo deixei-os a sós.

Senti-me em casa e voei olhando tudo.  Vi um grupo de borboletas  gigantes voando na parede da sala de jantar. Convidaram-me a conversar um pouco e assim fiz.

 De lá vi uma planta bonitinha e voei até lá. Olha eu aí!!!

Numa outra parede, fica a ÁRVORE DA VIDA, assim chamada por abrigar fotos de pessoas que fizeram e/ou fazem parte da vida da JAN...
Olha eu lá no meio!!!


Também vislumbrei umas coisinhas interessantes na parede e quis ver
se seria confortável.E é.

Nem quis conhecer o 'Village Birds'... estava escuro lá fora e resolvi dormir nos aposentos do primo Peninha. Conversamos amenidades familiares mas logo, cansado da viagem, adormeci.

Logo que acordei, avistei um cachorrinho sentadinho. Quis fazer uma brincadeira:voei e pousei na ponta do nariz dele, que ficou vesgo.
Ah, que engraçado!

Bem, é sábado. Viando pela casa, encontrei o computador ligado e fui espiar. A JAN prometeu reportar meus voos e pousos por aqui.

Tivemos um final de semana frio e chuvoso. Ainda bem que a JAN tem uma 'vistinha' bonitinha da janela do quarto. Eu vi!!!

Enfim, chegou a segunda feira, o sol fez umas aparições rápidas e tímidas. mas tive chance de ver mais alguma coisa: experimentei andar de cadeira de rodas.
Ixi!!! É lento e complicado! Prefiro voar!
 E, voando, conheci tanto!

Pousei numa gaiolinha (decorativa...) que enfeita uma janela que divide a cozinha da copinha 'lá fora'... lá havia uma borboleta simpática, de asa cor-de-rosa.

A ZUZU é uma abelha gigante, mas é 'de estimação' e eu não tenho medo de pousar e posar com ela, na cadeira de balanço. 

Ahh! Que vontade passear na bicicletinha. Mas sou tão pequenino...
Se eu fosse o 'Super Pássaro' seria fácil...
 

Vou para aquele mundinho bem pequeno, pois lá me sentirei grande.

Pronto, já me sinto forte... mas vou devagarinho. Pra começar, vou pegar carona numa das irmãs tartarugas: a DICÁ e a DILÁ.
Bem, depende do lado em que se está, pois elas moram embaixo de uma estante de plantas.
 
Quero mostrar mais.

Agora estou na sombra de uma planta, numa cadeira furada rsrsrs

Ainda fui visitar uma família de sapos, moradores de um vaso lá fora. Reparei que enquanto o sapo/filho se esforçava muito pra chegar, escalando o vaso, eu fui voando e cheguei primeiro... hi, hi!

Ah! Cansei! Vou descansar aqui junto com esta ninhada de cachorrinhos. A DONA MÃE disse que posso me aconchegar...
                       Ufa! Soninho booom. Obrigado DONA MÃE!
Agora vou ao banheiro.

Vejam que agradável! As cores são suaves e a gaiolinha é só de enfeite.

Vou entrar lá... 

E agora, que já estou faz uma semana, vou pra Santa Maria/RS, voando nas asas da imaginação desse povo blogueiro que aprendi a amar. A narração da minha próxima parada será no blog MATTIVA.

Sou pequeno e frágil... Vou pegar carona num avião do Correio.
PARTINDO!!!"


6 de jun de 2017

POR ONDE ANDAS, PASSARINHO VERDE? VEM CÁ, VERDINHO!

Tenho aqui um passarinho que me contou que é primo do VERDINHO, que anda viajando por aí. Mostrei a foto e ele me pediu para trazê-lo, pois tem saudades. Eles são diferentes, mas o PRIMO DO VERDINHO é quase verde. Mora numa janelinha na entrada do meu quarto e disse que prefere ficar por aqui... acho que ele está ficando preguiçoso!!! rsrs

Venha VERDINHO!! Seu priminho ficará animado com sua visita.
Quer ver uma foto, mais de perto dele? 
Aqui está

Você poderá descansar na janelinha dele ou, se preferir, pode acomodar numa das casinhas da VILLAGE BIRDS, aqui em casa mesmo.

Seu priminho e eu esperamos sua vinda!



3 de jun de 2017

OS MEUS DE JUNHO

Ha alguns anos, li um livro entitulado "Os Meus de Fevereiro", no qual a autora se referia aos parentes que morreram em fevereiro.

Hoje, aqui eu homenageio os familiares que NASCERAM em junho. 

Esta é a TERCIA, que faz aniversário, no dia 25.  

Ela é minha única irmã, um pouco mais velha do que eu. Assim, sempre foi minha irmã mais alta. Também sempre foi mais magra e com cabelo mais cacheado... foi, é e será uma pessoa altamente confiávelTemos gostos completamente diferentes, mas 'acontece nas melhores famílias'... A ela transferi a incumbência de levar ao altar dois dos meus filhos, quando eu já não conseguiria andar pela nave da igreja.

Agora  lhes apresento o FERNANDO, que comemora mais um ano de vida no dia 29.
Ele é o filho mais novo da Tercia e a nossa eterna criança... ajudei a cuidar dele, até quando já nem podia mais cuidar de mim mesma. Agora eu finjo que cuidamos um do outro. O Fernando é e sempre foi muito bem aceito pela família, o que faz dele uma pessoa feliz.

JULIANA  aniversaria no dia 7. 
Minha sobrinha-neta, hoje a JU  é agrônoma e é com satisfação que a vejo viajar "de mochilão", por lugares interessantíssimos.
Ha 26 anos a Juliana foi o meu presente.
Explico: quando do meu divórcio, sentia-me pela metade e, algum tempo depois, a Juliana nasceu. Então a mãe dela (minha sobrinha mais velha) convidou-me para ser a madrinha... o que senti quando ela nasceu, registrei numa poesia

O PRESENTE
 Pernas grossas, braços roliços.
Toquinho de gente
Sorriso maroto.
Olhinhos brilhantes.
No rosto rechonchudo, bochechas rosadas.
Moldura de cachinhos castanhos.
Obra de arte,
assinada por Deus.
Moreninha, fofinha,
o meu presente.
Boneca que anda e ri.
Ri pra mim, estendendo os braços.
De pegar no colo
Cheirinho de nenê, que por muito não curti.
A menina que não tive,
me devolve, aos poucos, gostos que perdi.
Amor de criancinha, que por muito não curti.
Moreninha, fofinha.
Quando aprender a falar,
vai me chamar de madrinha...