PÁGINAS INDEPENDENTES

13 de set de 2012

UMA PÁGINA DO MEU DIÁRIO - BC do Diários de Bordo

Este blog (ASSIM, ASSIM) não é exatamente um diário, mas um dia narrei todas as minhas atividades e postei aqui sob o título "ROTINA, EU?????".
Hoje, participando dessa BC, achei apropriado fazer esta re-postagem.

Logo pela manhã, a cuidadora saiu com os “pequenos de dentro” e, enquanto isso, saí pro quintal e fiz a visita diária ao “grandão de fora”, quando observei se está tudo bem com ele e “fiz a média” diária, deixando-o entrar na casa e farejar tudo... ele deu uma volta e saiu. Juntos, “montamos guarda” no portão e esperamos pela volta dos “pequenos”. Quando viu a Maria entrando com Dog, Luna e Bidu, o Leo entrou no canil e esperou que eu fechasse a porta... quando isso aconteceu, Maria soltou as guias dos “pequenos”, que correram alegremente pelo quintal, deram latidinhos amigáveis  pro Leo e, quando entrei, os pequenos entraram comigo. Maria fechou o portãozinho que impede a passagem pro quintal e abriu o canil. Aí entramos e ganhamos, todos nós, a primeira porção de ração do dia;-)... A minha costuma ser mais saborosa e variada, mas é MINHA...
Nesse meio tempo, chegaram a “secretária do lar” (Nilda) e a “secretária particular” (Bete).
Com a ajuda da Bete, fui a mais uma sessão de equoterapia. Estavam lá terapeuta e o auxiliar/condutor e mais a égua Madalena, que eu montei... mas o “meu” cavalo Bill tinha “baixado veterinário”... Quando acabou a sessão, eu soube que o Bill estava na "recuperação" e fui fazer uma visita ao doentinho, que me pareceu (quase...) bem. Eu havia sido informado de que o Bill havia sido “dispensado” por não querer comer os agradinhos que os pacientes levaram (cenoura... maçã...) e porque se deitara. Mas, quando (entre atolamentos, sacolejos e cavalos que circulavam pelos próprios caminhos) fui vê-lo, ele se recuperava bem, pois estava de pé, pastando e seus grandes olhos brilhavam como sempre. O Bill só estava sujo... muito sujinhão;-)...
Depois de “fazer média” com todos os bichos que ajudam a cuidar de mim, fui às compras em lojas de decoração. Adquiri alguns objetos especialmente necessários e depois “enchi os olhos” olhando ambientes belíssimos e “enchi a alma” angariando ideias pra minha casa.
Sempre sob os cuidados da Bete, voltei pra casa. Já eram 16:30h e os cachorros me receberam com  a efusividade de sempre... apenas me farejaram mais do que o normal, pois eu trazia uma grande diversidade de informações...
Bete dormiria aqui, pois era folga semanal da Maria. Preparou meu banho.
Entrei na banheira e relaxei por mais de meia hora. Então chamei a Bete, que me ajudou a terminar o banho e sair da banheira. Eu estava quase totalmente vestida, quando o celular da Bete tocou... era da “escolinha” do netinho dela e escutava-se a criança (2 anos) chorar convulsivamente... ninguém fora buscá-lo...
Terminamos rapidamente, Bete me deixou na cama e foi buscar o menino, enquanto eu fiquei na companhia dos cachorros que me rodearam quietos e atentos... senti-me muito segura e confortável!
Logo a Bete chegou, trazendo o Bryan... o menino “magoou”;-), mas logo estava por ai alegre, interagindo com humanos e caninos.
Lá pelas tantas, o Leo fez coco e a Bete foi limpar. O  Bryan foi junto e eu o escutei falando: “_ Leo, não pisa coco!”. Depois a Bete foi pôr a coberta no canil, e o Bryan: “_Leo, péia! Vovó pondo cobeita!".
Às 21:00h, o Bryan foi dormir... e dormiu rapidinho.
Tão bonitinho!!!!!!
Hoje a Bete saiu daqui 08:00, pois é folga dela... e, consequentemente, minha também.
Estou “pijamando” o dia todo;

Rotina, eu???????

34 comentários:

  1. Isso é que é descrição de um dia feliz, mas simples. Voc~e tem muitos amigos hein? Cachorros, cavalos (periquitos talvez? rss) Adorei seu post vice? Beijos e muito obrigada por participar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alê Lemos.
      Eu ainda gosto de gente viu("vice")?
      Periquito é uma boa ideia:-)))))))))))))

      Abç Jan

      Excluir
  2. Bela postagem, mostrando como apesar das dificuldades impostas pela vida, sempre somos maiores que nossos problemas.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Menina!
      Somos maiores que nossos problemas, sem dúvida nenhuma.

      Abç Jan

      Excluir
  3. Olá Jan
    Iria adorar morar perto de você, eu simplesmente adoro animais e que dia divertido este seu, animais e crianças é tudo de bom, aqui em casa tenho uma galinha de estimação e um cachorro muito peralta, os dois se dão muito bem, claro que quando ele não tenta roubar a comida dela, já tive bicho preguiça e tartaruga, mas foi até eles melhorarem, depois eles voltaram para mata e o rio, estavam doentinhos.
    Parabéns por esta boa energia e pela participação.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Verinha, vc me assustou...;-) ainda bem que devolveu os animais silvícolas ao habitat deles.
      Mas cachorro é tudo de bom! (perdoe o plágio;-))))

      A "energia boa", peguei dos animais e tento transmitir aos humanos.

      Abração
      Jan

      Excluir
  4. Rotina, que nada, Jan.Vc é puro movimento cheio de afagos, lambidas, abraços e novidades.Teu querido diário contém um mundo de atividades.
    Cafunés nos pets e bjkas p/vc.
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Calu, eu diria que meu mundo é IMPULSIONADO "por afagos e lambidas" que me animam a buscar "um mundo de atividades";-))))))

      Abraços
      Jan

      Excluir
  5. Jan, eu como já estou bem acostumado com seu jeito único de escrever, não me surpreendi que sua participação seria deste nível.
    Este post deve ser antigo, porque eu não cheguei a ler. Isto que é legal de repostagem, os novos seguidores por vezes perdem certas coisas e, com elas, recuperam e conhecem um pouco mais da rotina (???) dos blogueiros.
    Sobre a equoterapia, eu acho super importante, não somente para o corpo, mas também pra mente. O contato com os animais faz muito bem e penso que dispensaria muitas cartelas de Rivotril que estão sendo consumidas indiscriminadamente por aí.
    Abraços parceira!

    E eu nunca imaginei que tivesse tantos diários Verinha. Começou cedo, aos oito anos de idade. Uma pena que sua mãe o rasgou. Acho tão tosco as atitudes que certas mães tem em não se conscientizar que seus filhos também tem suas privacidades como todo mundo.
    Eu achei hilariante o texto do seu diário, estas paixonites pré-adolescentes são muito divertidas. E foi muito engraçado o modo que você escreveu sobre a quadrilha, tipo, com tal pessoa pode, com a outra... nem pensar! ahaha.
    Muito legal, obrigado por compartilhar conosco uma parte de sua vida tão íntima na íntegra.


    => CLIQUE => Escritos Lisérgicos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jan, peço desculpas, seu comentário emendou com o da Verinha. Explico: como havia muitos blogues para comentar e minha conexão estava lerda (novidade) anotei no bloco de notas e fui copiando e colando. Este acidente aconteceu em vários posts, foi mal! ahahaha

      Excluir
    2. Olá Christian, ignoro a parte que é da Verinha e te desculpo... fica frio;-)

      Qualquer terapia que usa animais faz bem ao ser humano. Aliás, conviver com animais é muito bom... chega a ser um privilégio. Aprende-se muito com essa convivência, desde pequenas até grandes coisas, como respeitar diferentes limites.

      Abração
      jan

      Excluir
  6. Rotina bem cheia, com grandão, pequeninos e olhos brilhantes!
    abs
    Jussara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jussara!
      Bom tê-la por aqui.
      Aprendi a "conversar" com os olhos dos animais... Palavras eu deixo pra nós humanos.

      Abração
      Jan

      Excluir
  7. peraí, os pequenos são cachorros? =O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzi!
      SIM. Tanto os "pequenos de dentro" quanto o "grandão lá de fora" são cachorros... e eu sou 'quase normal';-)))))

      Abração e obrigada pela visita.
      Jan

      Excluir
  8. Deve ser bom demais esse contato que tens com os cavalos são uma extensão do nosso corpo sem duvida, que dia agitado hem? kk adorei sa participação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom demais mesmo Patrícia!
      Os animais me dão pra agitar os dias.

      Abração e obrigada pela visita.
      Jan

      Excluir
  9. Jan, obrigada por sua visita no blogue! Adorei a sua presença por lá. Eu acho que devia existir o verbo pijamar. Eu adoro pijamar! Por isso gosto de finais de semana que chove pois não encontro desculpa melhor para "pijamar".
    Fiquei curiosa, quantos cachorros você tem em sua casa?
    Bom fim de semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  10. Oi Luma, o verbo "pijamar" existe sim... nós duas o divulgamos:-))))

    Respondendo: tenho 4 cachorros (2 pequenos, 1 de porte médio e 1 grande. (PP- Dog; P- Bidu; M- Luna; G- Leo;-))

    Bom recebê-la. Volte sempre!
    Abç Jan

    ResponderExcluir
  11. Minha amiga um dia bem preenchido e na extraordináia companhia dos animais, que são companheiros e amigos leais.
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem foi "preenchido" Maria;-)
      Foi CHEIO mesmo...

      Abração e obrigada pela visita.
      Bom domingo
      Jan

      Excluir
  12. Tem uma música que minha irmã costuma escutar que diz: "Um dia feliz as vezes é muito raro..." Esse seu dia foi feliz e eu fiquei feliz só de ter tido a oportunidade de ouvir você falar dele!!!

    Cheros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pandora!
      Há dias felizes... outros nem tanto...
      A Vida é assim, assim;-)

      Abração
      Jan

      Excluir
  13. Sabe, eu ja tava pensando aqui com meus pré-conceitos: nossa, tanta empreaga, pra que tudo isso?

    Entao depois de ler o texto e ficar meio que voando em quase tudo (é assim qd a gente nao conhece a história das pessoas, nao é?) li teu perfil aqui do lado.

    Agora posso dizer, que bom que vc tem esses ajudadores nao é?
    E bicho, puxa vida, bicho é um bicho que a gente pode confiar mesmo né nao?
    Que bom, que bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lina;-)) Eu também tive que ver no seu perfil... estava confundindo as Nina(s)...
      Que bom que vc chegou aqui!
      É empregada demais, mesmo!!! Eu tbém acho... mas, não fosse a bicharada eu não aguentaria tanta gentarada! E aí forma-se o círculo... é por isso que "circulo" tanto...

      Eu costumo dizer que todos "estão no lugar certo e na hora certa"... o que não deixa de ser um privilégio.
      Que bom!

      Abração
      Jan

      Excluir
  14. olá, Jan.
    Eu sou mega suspeita pra falar de animais! E sou mega suspeita pra dizer que adorei o seu relato! Que rotina deliciosa essa, essa convivência com animais é das melhores terapias! Eles nos fazem um bem enorme, e a vida acaba fazendo sentido.

    um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ligéia, concordo com vc sobre os bichos e digo mais: se não fossem eles eu não conseguiria, não!

      beijos e lambeijos

      Jan
      DOG, LEO, LUNA e BIDU

      Excluir
    2. Oi Jan!
      Adorei sua forma dinâmica de escrever e relatar seu dia. Muito rico com seus animais.Terminei a leitura sentindo uma força enorme além da alegria que passou. Parabéns!
      Bjs

      Excluir
    3. Olá Roseli!
      que bom que vc me achou e que "pegou" a força e alegria que "peguei" dos animais e tento repassar aos amigos visitantes.
      Volte sempre;-)

      Abração
      Jan

      Excluir
  15. Oi minha flor!...:)
    Sérgio me enviou o e-mail que você enviou pra ele.
    Então é o seguinte: acho (pelo menos por enquanto), que não vou continuar com o blog.
    Quanto ao futuro, o futuro a Deus pertence!...rs
    Passo sempre por aqui, assim como em todos os blogs que eu gosto, mas, realmente, estou sem tempo até para comentários.
    Aqui em casa, faço tudo sozinha, pois não tenho empregada e nem faxineira. Fora isso, atualmente sou síndica do prédio e volta e meia, como agora nas férias, fiquei quase duas semanas com os netos aqui em casa enquanto os pais estavam em SP trabalhando.
    O maridão também andava se ressentindo muito pelo tempo que eu ficava no PC, e como fizemos 40 anos de casados, decidi dar esse presente a ele :)
    Fiz o blog durante 3 anos e 4 meses e chega uma hora que parece mesmo que tem que dar uma parada.
    Então é isso, menina!
    Mas eu não digo jamais, simplesmente porque essa palavra não existe no meu dicionário.
    E foi justamente por isso, que o mosaicos está "fechado para balanço".
    Quanto a você, espero que ainda continue por aqui por bastante tempo.
    Beijo e abraço especiais.
    Sua amiga,
    Cid@

    ResponderExcluir
  16. Oi Cida querida!
    Entendo seus motivos... mas vou sentir falta dos seus recadinhos (?)
    aqui.
    E como entendo!!!
    Vou continuando e ainda tenho motivação pra ficar.
    Vou guardar seu endereço de e-mail.

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  17. Fique com Deus, querida.
    Até sempre!
    :)

    ResponderExcluir
  18. Fique com Deus também, Cida.
    Até de repente;-)

    Abç Jan

    ResponderExcluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE